FUNGOS

ENCONTRE AQUI TUDO SOBRE

GUIA DE COLETA PARA ANALISE FITOPATOLÓGICA.

 

Dia​gnose de doenças de plantas, detecção e identificação das principais doenças causadas por fungos e/ou bactérias, em raízes, caules, folhas e frutos, segue recomendação:​

 

1- Para diagnóstico exato de uma doença em plantas, a amostra vegetal (parte aérea) deve chegar ao laboratório em perfeitas condições, preferentemente frescas, coletar e armazenar em saco kraft ('saco de pão') coletar 5 a 10 plantas por amostra;

 

2- Evitar exposição ao sol e ao calor excessivo, recomenda-se colocar em isopor para o transporte;

 

3- Coletar plantas com sintomas típicos, estágio inicial ao intermediário, nunca coletar plantas mortas, as plantas obrigatoriamente devem apresentar partes sãs e doentes;

 

4- Coletar 2 a 3 plantas para cada amostra para análise de raiz e solo, acomodar em saco plástico aproximadamente 500 gramas de solo, e no mínimo 50 gramas de raiz. 

 

5- Em caso de plantas pequenas, coletar a planta inteira, com as raízes. Para não machucar as raízes, cavar ao redor das plantas e retira-las do solo com cuidado;

 

6- Em caso de cultivos hidropônicos, as plantas devem ser retiradas dos balcões de cultivo, tomando o cuidado de deixar escorrer e secar o excesso de solução nutritiva das raízes.

 

7- As amostras devem estar devidamente identificadas.

 

8- Enviar também, outras informações como: sintomas observados, tempo de aparecimento dos sintomas, aplicação ou não de defensivos agrícolas.

Trichoderma

Teste de recuperação de esporos de ação biológica

Phytophthora